Comunicação de não ocorrência deve ser feita até o dia 31 de janeiro


16/01/2017 14:30:58

O Conselho Federal dos Corretores de Imóveis (Cofeci) alerta para a resolução nº 1.336/2014, baseada na Lei 9.613, de 3 de março de 1998, com a nova redação dada pela Lei nº 12.683/2012 – PREVENÇÃO À LAVAGEM DE DINHEIRO – que estabelece aos Corretores de Imóveis, imobiliárias e empresas de compra e venda de imóveis a obrigatoriedade da COMUNICAÇÃO DE NÃO OCORRÊNCIA, no prazo entre os dias 1º e 31 de janeiro de 2017.

A comunicação de não ocorrência deve ser feita para todos os corretores que durante o ano civil anterior não registraram nenhuma operação ou proposta de caráter suspeito.

Clique AQUI para preencher a sua COMUNICAÇÃO DE NÃO OCORRÊNCIA.

OBS: Salienta-se que se for necessário, a COMUNICAÇÃO DE OPERAÇÕES SUSPEITAS (COS) deve ser realizada junto ao COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), no prazo de 24 horas da data da operação, transação imobiliária ou proposta de caráter suspeito, nos termos descritos no art. 8º, I e II e art. 9º, I a XII e seu parágrafo único, da Resolução citada. Nunca informar ao cliente sobre esta comunicação.


Próxima notícia


Outras noticias