Ministro admite novas desonerações para a construção


06/02/2008 00:00:00

Ele afirma o governo buscar fazer com que o volume de crdito imobilirio passe dos atuais 2% do PIB para pelo menos 10%, projeo baseada na continuidade da queda dos juros. Com a queda que ainda se espera dos juros, o sistema financeiro entra pesadamente no financiamento imobilirio, e h muito para o Brasil crescer nessa rea. Empresrios do setor esto animados com as perspectivas de investimentos abertas pelo anncio do Programa de Acelerao do Crescimento (PAC), o que poder aquecer setores com grande potencial de expanso como o de saneamento, segundo o coordenador de Comit da Cadei Produtiva da Construo Civil da Fiesp, Jos Carlos de Oliveira. Porm, h preocupao que esse aquecimento acarrete falta de materiais e de mo-de-obra especializada. Sobre os setores eletrnico e automobilstico, que esto com dificuldades devido ao cmbio, , Miguel Jorge afirmou que no h nenhum pacote de incentivos no governo.O que estamos discutindo como faremos novos investimentos para produzir mais. Valor Econmico
Próxima notícia


Outras noticias



Acesso rápido